Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Da parte das crianças migrantes

· Mensagem do Papa aos participantes no diálogo México-Santa Sé sobre mobilidade humana e desenvolvimento ·

São as dezenas de milhares de crianças que emigram sozinhas, desacompanhadas, em busca dos pais ou de um futuro de esperança, que estão no centro das preocupações do Papa Francisco, manifestadas na mensagem enviada aos participantes no «Diálogo México-Santa Sé sobre mobilidade humana e desenvolvimento», realizado na capital mexicana na segunda-feira, 14 de Julho, por iniciativa do ministério dos Negócios estrangeiros e da Embaixada do México junto da Santa Sé. O Pontífice quis chamar a atenção para as milhares de crianças que emigram sozinhas, desacompanhadas, para fugir da pobreza e da violência: «Esta é – disse – uma categoria de migrantes que, da América Central e do México atravessa a fronteira dos Estados Unidos em condições extremas, em busca de uma esperança que na maior parte das vezes resulta vã. Eles aumentam dia após dia. Esta emergência humanitária requer como primeira e urgente intervenção que os menores sejam acolhidos e protegidos». Contudo, estas medidas «não serão suficientes – advertiu o bispo de Roma – se não forem acompanhadas por políticas de informação acerca dos perigos de tal viagem e, sobretudo, de promoção do desenvolvimento nos seus países de origem».

O texto integral da mensagem do Papa 

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

25 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS