Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Cultura do Pentecostes

· A renovação no Espírito rumo ao encontro com o Papa Francisco na praça de São Pedro ·

Sob o sinal da evangelização e do ecumenismo espiritual. Será esta perspectiva que guiará dezenas de milhares de pertencentes à Renovação no Espírito Santo rumo ao encontro com o Papa Francisco, que terá lugar na tarde de sexta-feira 3 de Julho, na praça de São Pedro, no âmbito da trigésima oitava convocação nacional. 

É o segundo ano consecutivo que o movimento vive este importante encontro juntamente com o Pontífice, que também em 2014 quis saudar os participantes na convocação indo ao estádio Olímpico, onde domingo 1 de Junho estiverem reunidas mais de cinquenta mil pessoas.

O tema das duas jornadas deste ano – que prosseguirá sábado 4 precisamente no estádio romano – é tirado do trecho da primeira leitura de Pedro (2, 9) «O povo de Deus proclama as suas obras maravilhosas!», ao qual se entrelaça uma frase do discurso pronunciado pelo Pontífice há um ano: «A renovação é uma grande força ao serviço do Evangelho». Neste sentido coloca-se em evidente sintonia com o tema da convocação de 2014: «Convertei-vos! Acreditai! Recebei o Espírito Santo!» (cf. Act 2, 38-40) e «Para um Igreja em saída missionária» (Papa Francisco).

«O fio que liga os dois eventos – realçou o presidente da Renovação, Salvatore Martinez – é o tema da missão, ideia de base do pontificado de Francisco. O evento do ano passado foi um verdadeiro kairos, um milagre do amor como cada Pentecostes que acontece na vicissitude pessoal, familiar e social de quantos alimentam na sua vida a «fé carismática», dom do Espírito. Saímos do cenáculo com uma força renovada para evangelizar nas nossas realidades do dia-a-dia. Este ano voltamos a encontrar o Papa para apresentar os primeiros frutos das numerosas tarefas que ele nos confiou no estádio Olímpico, testemunhando assim a nossa conversão pastoral em chave missionária».

Gianluigi D'Amore

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

22 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS