Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

A cruz da exploração

· Vigília de oração pelas vítimas do tráfico promovida em Roma pela Associação Papa João XXIII ·

«Nenhuma mulher nasce prostituta, mas há sempre alguém que a torna tal», repetia com frequência o padre Oreste Benzi, fundador da Associação Papa João XXIII, «e nós queremos estar ao lado de quantos as libertam. 

Por isso, hoje à noite organizamos uma Via-Sacra especial por todas as mulheres “crucificadas”, vítimas do tráfico, da violência e da escravidão», declarou ao nosso jornal o padre Aldo Buonaiuto, do Serviço antitráfico da mesma Associação, durante muitos anos ao lado do padre Oreste, que ele define «um incansável apóstolo da caridade».

Hoje à noite, partindo da praça dos Santos Apóstolos, milhares de pessoas, movimentos eclesiásticos e numerosas personalidades abraçam simbolicamente todas as estradas deste mercado horrível, para transmitir solidariedade e elevar a prece de súplica ao Senhor pelas vítimas do tráfico, da prostituição e da violência. Por turnos, uma cruz de três metros de altura será carregada por várias mulheres comprometidas nos campos da política, do desporto, do jornalismo, das forças da ordem e das instituições pelas ruas do centro histórico da capital até à igreja de Santa Maria do Carmo «in Traspontina».

Francesco Ricupero

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

8 de Dezembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS