Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Crueldade contra inocentes

· ​O Papa a favor da população iraquiana ·

Um novo apelo em prol das populações iraquianas vítimas de «atos de violência atrozes» cometidos «contra os cidadãos inocentes, tanto muçulmanos como cristãos ou pertencentes a outras etnias e religiões», foi lançado pelo Papa no Angelus de domingo 23 de outubro, na praça de São Pedro. «Estou consternado – disse referindo-se em particular à dramática situação de Mossul – ao ouvir notícias do assassinato a sangue frio de numerosos filhos daquela amada terra, entre os quais tantas crianças». Uma crueldade, frisou, que «nos faz chorar, deixando-nos sem palavras». Ao garantir a «solidariedade» e a «recordação na oração», o Pontífice fez votos a fim de que o Iraque «mesmo se duramente atingido, seja forte e firme na esperança de poder caminhar rumo a um futuro de segurança, de reconciliação e de paz».

Antes de recitar a oração mariana, inspirando-se no dia missionário mundial Francisco recordou que «hoje é tempo de missão e é tempo de coragem», exortando todos a «anunciar a mensagem da salvação à inteira família humana».

Angelus do Papa

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

26 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS