Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Crime
contra a humanidade

· ​O Papa reafirmou que o tráfico de seres humanos é uma forma moderna de escravidão ·

O tráfico é «uma forma moderna de escravidão, que viola a dignidade, dom de Deus, em tantos dos nossos irmãos e irmãs e constitui um verdadeiro crime contra a humanidade», afirmou o Papa Francisco recebendo em audiência na manhã de 7 de novembro, na Sala Clementina, os participantes na segunda assembleia de Religious in Europe Networking Against Trafficking and Exploitation (Renate), a rede das religiosas europeias comprometidas ao lado das vítimas do tráfico de seres humanos. No seu discurso o Pontífice denunciou «a gravidade e a extensão do fenómeno», estigmatizando «uma determinada indiferença e até cumplicidade, uma tendência por parte de muitos a olhar para o outro lado, enquanto poderosos interesses económicos e redes criminosas estão em ação». Eis então o apelo ao compromisso «para aumentar a consciência social acerca da dimensão desta chaga, que atinge especialmente as mulheres e as crianças». 

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

25 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS