Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

A coragem do encontro

· ​Mensagem vídeo do Papa ao congresso de Scholas occurrentes ·

Num mundo que «teme o que é diverso» e «que às vezes constrói muros que acabam por transformar em realidade o pior pesadelo, o de viver como inimigos», há muita «necessidade de sair para se encontrar!». Foram os bons votos expressos pelo Papa Francisco na mensagem vídeo com a qual interveio na quarta-feira 5 de julho, no encerramento do congresso de Scholas occurrentes, que teve lugar em Jerusalém.

Na universidade judaica da Cidade Santa reuniram-se, por quatro dias, académicos e estudantes do mundo inteiro para refletir sobre o tema «Entre a universidade e a escola, construir a paz através da cultura do encontro». E exatamente o desejo de paz dos jovens de Israel e da Palestina, mas também de todos os lugares do planeta atingidos por conflitos e violências, foi relançado pelo Pontífice na sua mensagem. Independentemente da nacionalidade e do credo religioso, «a partir das vossas diferenças — elogiou-os — alcançastes a unidade. Ninguém vo-lo ensinou. Viveste-lo. Tivestes a coragem de fitar os olhos uns dos outros e isto é imprescindível para que se realize um encontro».

Depois, agradecendo a Scholas o esforço envidado no campo educativo, Francisco pôs em evidência que a educação liberta dos preconceitos, ou seja, dos «juízos prévios que nos bloqueiam, para poder dali sonhar e procurar novos caminhos. Por isso nós adultos — admoestou — não podemos privar as crianças e os jovens da capacidade de sonhar, e nem sequer de jogar, que num certo sentido é um sonhar de olhos abertos».

Mensagem vídeo do Papa 

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

23 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS