Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

​«Combonifem» faz oitenta anos

«Missões e povos, duas realidades que têm constantemente atravessado as páginas da nossa revista nestes oitenta anos da sua história, entrelaçadas naturalmente com a realidade apaixonada de mulheres que se consagraram ao encontro com os povos». A irmã Luzia recorda assim o aniversário da revista «Combonifem» que nasceu inicialmente com o nome de «Raggio». «Desejamos – continua a superiora comboniana – que as “nossas” páginas continuem a ser páginas abertas ao confronto entre tantas vozes, entre tantas vidas, tantas esperanças e tantos projectos. Para nos recordarmos e repetir tudo isto é bonito festejar: para recordar e celebrar, para agradecer e para fazer projectos juntos. Desde o seu nascimento, aquela folhinha queria dar a conhecer o que Deus realizava através das suas filhas missionárias combonianas, dar a conhecer os povos entre os quais elas viviam, suscitar, em quem lia aqueles “Actos das apostolas”, a admiração, a compaixão e o desejo de participar na sua aventura de vida. A folhinha cresceu, agora tem um aspecto e uma linguagem diversos, mas continua a convidar-nos a volar a página fiel à sua vocação de mostrar-nos, com uma perspectiva de mulher, a grande alegria evangélica da partilha. Nestes oitenta anos, o Fogliolino-Raggio-Combonifem ajudou-nos e ajuda-nos a compreender como as pessoas que se põem a caminho vencendo o receio de ultrapassar as fronteiras dos preconceitos, que se abrem para acolher o diverso, que entrelaçam sonhos e esperanças de outro mundo, podem descobrir aquela paixão e aquela “alegria” que dá um sentido, aqui e agora».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

26 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS