Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

«Com simplicidade e humildade»

Afinal foi ele quem ganhou, o Papa. Bento XVI transformou a última audiência do seu Pontificado numa experiência de alegria cristã arrebatadora. Até no momento da despedida. A audiência geral de quarta-feira, 27 de Fevereiro, foi sobretudo o encontro de uma grande família unida.

Cento e cinquenta mil pessoas, talvez mais, reunidas para estar, mais uma vez, com um pai que amanhã se esconderá para o mundo mas, como ele mesmo garantiu, não «desce da Cruz» e continuará a rezar aos pés do Crucificado «para sempre».

Portanto, nenhum véu de tristeza. Aliás, compreendendo precisamente o sentido das palavras do Papa, da sua serenidade, hoje de manhã um grande povo deu forma àquela alegria sobre a qual ele falava, capaz de dissipar temores e desorientações. Uma multidão transbordante desde a praça São Pedro, a praça Pio XII e via della Conciliazione até quase ao Castel Sant'Angelo. Lugares ocupados desde as primeiras horas da manhã. Um triunfo de cartazes, alguns muitos coloridos: «Bento XVI de novo Papa», «Já sentimos a tua falta», «Temos saudades» (até com carinhas tristes típicas da linguagem emoticon ), «Sempre com o Papa», «Bento, esconde-nos contigo em Cristo», «Fica aqui connosco», «Obrigado».

O encontro foi sob vários pontos de vista uma festa. Uma verdadeira festa.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

13 de Novembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS