Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Com o óleo da caridade

· No Angelus o Papa falou da parábola das dez virgens ·

«O óleo é o símbolo da caridade que alimenta, torna fecunda e credível a luz da fé»: explicou o Papa Francisco ao comentar a parábola das dez virgens no Angelus dominical de 12 de novembro na praça de São Pedro. Ao frisar o significado da narração evangélica – é preciso preparar-se para o encontro com “o esposo” sem «aguardar o último momento da nossa vida para colaborar com a graça de Deus» – o Pontífice frisou que a «condição para estar prontos para o encontro com o Senhor não é só a fé, mas uma vida cristã rica de amor». Com efeito, «se nos deixarmos guiar pelo que nos parece mais cómodo, pela busca dos nossos interesses, a nossa vida torna-se estéril» e «não fazemos reserva alguma de óleo para a lâmpada da nossa fé». Ao contrário, se «formos vigilantes e procurarmos realizar o bem, com gestos de amor, de partilha, de serviço ao próximo em dificuldade, podemos permanecer tranquilos enquanto esperamos a vinda do esposo».

Angelus do Papa 

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

15 de Novembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS