Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

A caminho

· Sobre o que trabalhará nos próximos cinco anos a comissão teológica internacional ·

Inaugurada com a missa celebrada na capela da Domus Sanctae Marthae pelo cardeal Gerhard Ludwig Müller, prefeito da Congregação para a doutrina da fé e presidente da Comissão teológica internacional (Cti), e concluída com a audiência concedida pelo Papa Francisco, teve lugar no Vaticano de 1 a 5 de Dezembro a primeira sessão plenária do nono quinquénio da Comissão. No seu discurso o Pontífice chamou a atenção para duas características da nova Cti: a presença mais importante das teólogas no seu âmbito (dos trinta membros cinco são mulheres) e o seu carácter internacional.

Um momento importante da primeira sessão de um novo quinquénio é a escolha dos temas que serão tratados nos anos seguintes. O primeiro tema considerado foi o da sinodalidade no contexto da catolicidade. O segundo escolhido pela Comissão foi «Fé e sacramentos». Por fim, o terceiro foi «A liberdade religiosa no contexto actual».

Serge-Thomas Bonino

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

16 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS