Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

​A boa nova da misericórdia

· ​No centro do encontro do Papa com a comunidade Shalom ·

A «boa nova da misericórdia» num mundo marcado por desespero e indiferença; a tentação do narcisismo que leva a contemplar só a si mesmo ignorando os demais; a necessidade de recuperar a consciência das próprias raízes postas em perigo por experiências como a droga; a importância do diálogo entre jovens e idosos. Eis os temas centrais da conversa do Papa Francisco com os membros da comunidade católica Shalom, recebidos em audiência na manhã de segunda-feira, 4 de setembro, na Sala Paulo VI. Respondendo em espanhol às perguntas de alguns representantes da comunidade – que nasceu no início dos anos oitenta no Brasil e hoje está difundida em diversos países – o Pontífice reafirmou a centralidade do Evangelho na vida dos cristãos, mas recordou também que não é suficiente falar de misericórdia: é necessário testemunhá-la, partilhá-la e ensiná-la saindo de si mesmos e indo ao encontro dos outros. Admoestando os jovens contra a tentação do narcisismo, verdadeira “doença do espelho”, Francisco convidou-os a redescobrir as próprias raízes e a dar gratuitamente o que receberam. Com a ajuda inclusive dos mais idosos, com os quais – recomendou – é preciso estabelecer sempre um diálogo profundo e enriquecedor.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

22 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS