Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Audiência ao presidente da Federação russa

O Papa Francisco recebeu em audiência na tarde de quarta-feira 10 de Junho o presidente da Federação russa, Vladimir Putin.

O colóquio particular na Biblioteca do Palácio apostólico – que teve início por volta das 18h15 e que durou cerca de 50 minutos – foi dedicado principalmente ao conflito na Ucrânia e à situação no Médio Oriente.

Em relação à Ucrânia – como referiu numa nota informativa o director da Sala de imprensa da Santa Sé – o Pontífice afirmou que é preciso comprometer-se num sincero e grande esforço para realizar a paz. Concordaram sobre a importância de reconstituir um clima de diálogo e acerca da necessidade de que todas as partes se comprometam para actuar os acordos de Minsk. Essencial também o compromisso para enfrentar a grave situação humanitária, garantindo entre outras coisas o acesso aos operadores humanitários e com o contributo de todas as partes por uma progressiva distensão na região.

Entretanto, no que concerne aos conflitos em curso no Médio Oriente, nos territórios da Síria e do Iraque, substancialmente foi confirmado quanto já partilhado a respeito da urgência de perseguir a paz com o interesse concreto da comunidade internacional, garantindo neste ínterim as condições necessárias para a vida de todos os componentes da sociedade, inclusive as minorias religiosas e, em particular, os cristãos.

Simultaneamente com a audiência, realizou-se um encontro entre o arcebispo Paul Richard Gallagher, secretário para as Relações com os Estados, e o ministro dos Negócios estrangeiros da Federação russa, Sergey Lavrov. Também neste colóquio foram tratados principalmente os temas do conflito na Ucrânia e da preocupante situação no Médio Oriente.

No final da audiência particular, teve lugar a apresentação do séquito e a troca dos dons. O presidente Putin ofereceu ao Pontífice um bordado que representa a igreja de Jesus Salvador, e o Papa ofereceu-lhe o medalhão, obra do artista Guido Veroi, que representa o anjo da paz – um convite à construção de um mundo de solidariedade e paz fundado na justiça – e uma cópia da Evangelii gaudium.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

17 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS