Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

​ATRIBUÍDO A ESTHER IBANGA O PRÉMIO NIWANO PELA PAZ

Foi atribuída à nigeriana Esther Abimiku Ibanga, pastora protestante fundadora em 2010 da Women Without Walls Initiative (Wowwi), a última edição do Prémio Niwano, cujo objectivo é “incentivar indivíduos e organizações que contribuíram significativamente para a cooperação inter-religiosa, promovendo, deste modo, a causa da paz no mundo”. A Wowwi - instituída com a intenção de pôr fim aos assassinatos de mulheres e crianças no Estado nigeriano de Plateau - tornou-se rapidamente uma forte coligação composta por mulheres que, além das divisões étnicas e religiosas, colaboram juntas. O resultado é quase histórico: de facto, trata-se da primeira organização na qual o núcleo dirigente conta com a participação de representantes de cada grupo tribal, inclusive as líderes cristãs e muçulmanas. Esther Abimiku Ibanga tem grandes aspirações: realçando o papel feminino na construção da paz – tema particularmente urgente nas regiões da Nigéria, onde são activos os terroristas de Boko Haram - a fundadora deu origem a iniciativas concretas que visam, por exemplo, incrementar as competências femininas relacionadas com as micro-finanças e, através dos “diálogos comunitários com a polícia”, diminuir as distâncias e aumentar a confiança entre a comunidade e as forças da ordem para derrotar o terrorismo.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

25 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS