Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

​Até nos lugares mais remotos

A etapa em Holguín, na segunda-feira, 21, foi breve, apenas oito horas, mas cheia de significado, porque ali o Papa Francisco encontrou-se com outra porção da Igreja cubana, viva e comprometida no caminho de evangelização que desde Setembro do ano passado faz referência a um novo plano pastoral quinquenal lançado pela Conferência episcopal e intitulado Pela estrada de Emaús. A esta comunidade, e através dela a toda a Igreja de Cuba, o Pontífice reconheceu o esforço e o sacrifício realizados para anunciar Cristo a todos, até nos lugares mais remotos.

Ao programar a viagem a Cuba o Pontífice tinha pedido para ir a uma diocese que não tivesse sido inserida nos itinerários papais precedentes. A escolha dos bispos da ilha coincidiu com Holguín, a terceira província do país por número de habitantes. Situada no sul, não distante de Santiago, terceira e última etapa de Francisco. A unir os dois centros a devoção à Virgem da Caridade do Cobre, cuja imagem foi encontrada em 1612 por três índios que estavam numa embarcação nas águas que banham o litoral.

Gaetano Vallini

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

18 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS