Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

​Assassinada a primeira mulher presidente da câmara municipal de Yei

O cadáver de Cecília Oba Tito, a primeira mulher presidente da câmara municipal de Yei, no sudoeste do Sudão do Sul, foi encontrado – com o de Emmanuel Lemi, seu chefe de gabinete – a 9 de Novembro na periferia da capital Juba. Monsenhor Zachariah Angutuwa Sebit, vigário-geral da diocese de Yei, afirmou que o duplo homicídio é um acto contra a população do Yei River County e, mais em geral, contra a paz no Sudão do Sul. Os assassinos da ex-presidente da câmara – disse o prelado – quiseram atingir a Igreja: Tito, de facto, era um membro activo da Igreja no país e lutou para promover os direitos das mulheres locais, de modo especial o acesso à educação. Após ter sido eleita deputada para a Assembleia nacional, Tito participara na redacção da Constituição do Sudão do Sul, que alcançou a independência plena em Julho de 2011, e em 2013 fora eleita presidente da câmara.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

24 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS