Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Apelo à não-violência

· ​Na mensagem para a festa do Vesakh ·

Hoje há «necessidade urgente de promover uma cultura de paz e não de violência: começa com este apelo ao compromisso comum a mensagem enviada pelo Pontifício Conselho para o diálogo inter-religioso aos budistas por ocasião da festa de Vesakh de 2017. «Enquanto muitos crentes se empenham para promover a paz – lê-se no texto assinado pelo cardeal presidente Tauran e pelo bispo secretário Ayuso Guixot – outros instrumentalizam a religião para justificar as suas ações de violência e de ódio». Do mesmo modo, «avança a cooperação religiosa global, mas assistimos também à politização da religião». E embora haja «uma consciência da pobreza endémica e da fome no mundo», continua «a deplorável corrida aos armamentos». Esta situação exige, segundo o dicastério, «um apelo à não-violência» que se baseie numa «clara rejeição da violência em todas as suas formas».

Texto da mensagem

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

19 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS