Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Ao lado dos cristãos perseguidos

· No Angelus o Pontífice adverte contra os falsos «salvadores» que procuram substituir-se a Jesus ·

Distribuídas aos fiéis vinte mil terços, «medicina espiritual» para a alma

Admiração e afecto por quantos sofrem perseguições no mundo por causa da fé foram expressas pelo Papa Francisco no Angelus de 17 de Novembro, na praça de São Pedro. O Pontífice, referindo-se ao trecho evangélico da liturgia dominical, falou sobre duas atitudes que se devem assumir na expectativa dos «últimos tempos»: a primeira é «não se deixar enganar pelos falsos messias nem se deixar paralisar pelo medo»; a segunda, «viver o tempo da espera como tempo do testemunho e da perseverança». Um discurso actual «também para nós que vivemos no século XXI», comentou. Com efeito, trata-se de um convite ao discernimento, para compreender «onde está o espírito do Senhor e onde está o espírito malvado». De facto, também hoje «existem falsos “salvadores”, que procuram substituir-se a Jesus: líderes deste mundo, santões, até bruxos, personagens que pretendem atrair para si as mentes e os corações, especialmente dos jovens».

O Santo Padre recordou depois que «as adversidades que encontramos para a nossa fé» são «ocasiões de testemunho» e não devem afastar-nos do Senhor». E a este propósito citou o testemunho oferecido em diversos países do mundo por «tantos irmãos e irmãs cristãos, que sofrem perseguições por causa da sua fé. Há tantos. Talvez muitos mais do que nos primeiros séculos».

No final da oração mariana o Pontífice recomendou aos fiéis a recitação do rosário como «medicina espiritual» da alma, enquanto alguns voluntários distribuíram entre os presentes na praça de São Pedro vinte mil terços.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

21 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS