Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

América Latina desigual

· Cada vez mais evidente o fosso social numa região marcada por uma fortíssima urbanização ·

Até 2050, nove latino-americanos de cada dez viverão na cidade, segundo o novo relatório do Programa das Nações Unidas para os povoamentos humanos (Un-Habitat), que defini esta região a mais urbanizada do planeta. Um crescimento urbano (cujo número aumentou sei vezes em meio século) que – lê-se no documento do Un-Habitat - «foi traumático, por vezes violento, devido à sua velocidade caracterizada pelo deterioramento do meio ambiente e, sobretudo, por uma profunda desigualdade social».

Desde os anos setenta a América Latina é considerada a área do planeta mais marcada pelo fosso social, com 20% da população mais rica que goza de uma receita pro capite quase vinte vezes superior a 20% dos mais pobres. Dos quinze países do mundo com a distribuição da riqueza mais desigual, calculado com o índice de Gini do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Undp) dez, com efeito, pertencem ao continente latino-americano.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

23 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS