Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Almoço com Francisco

· ​Iniciativas para o primeiro dia dos pobres ·

Mais de quatro mil necessitados, pessoas menos abastadas e pobres participarão no domingo 19 de novembro no Vaticano na missa do Pontífice e depois mil e quinhentos almoçarão com ele no primeiro dia mundial a eles dedicado.

Na iniciativa – muito desejada pelo Papa Francisco na conclusão do jubileu da misericórdia, a fim de que toda a comunidade cristã seja chamada a estender a mão aos pobres, aos débeis, aos homens e mulheres aos quais é espezinhada a dignidade – participarão também os funcionários das associações de voluntariado provenientes não só de Roma e do Lácio, mas também de diversas dioceses do mundo: Paris, Lião, Nantes, Angers, Beauvais, Varsóvia, Cracóvia, Solsona, Malinas-Bruxelas e Luxemburgo. A celebração eucarística terá lugar às 10h00 na basílica de São Pedro. No final o almoço será na Sala Paulo VI, onde a banda da Gendarmaria do Vaticano e o coro Le Dolci Note, composto por crianças de 5 a 14 anos, animarão os cantos. Almoços festivos também para os outros 2500 convidados foram organizados em refeitórios, seminários e colégios católicos de Roma.

No sábado 18 de novembro, será realizada uma vigília de oração para os voluntários que todos os dias no silêncio do seu compromisso oferecem alívio e alegria a muitos pobres. O encontro está marcado para as 20h00 na basílica de São Lourenço fora dos Muros, que foi escolhida de propósito evocando o santo diácono de Roma, o qual ao imperador que lhe pedia para entregar as riquezas da Igreja apresentou os pobres dizendo: «Estes são o verdadeiro tesouro da Igreja».

Também em preparação para o dia foi realizado um subsídio pastoral, intitulado Não amamos com palavras mas com factos, traduzido em seis línguas e publicado na Itália pela Editora São Paulo.

Mas as iniciativas não se limitam à diocese de Roma. Com efeito, em todo o mundo as comunidades diocesanas e as paróquias aceitaram com entusiasmo o convite do Papa Francisco, com inúmeras atividades a favor das pessoas menos favorecidas.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

22 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS