Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Água e areia

· Audiência do Pontífice à Associação bíblica italiana ·

A exegese bíblica católica não pode «assemelhar-se com um regato que se perde nas areias de uma análise hipercrítica».

Foi quanto afirmou o Papa Francisco dirigindo-se aos membros da Associação bíblica italiana, recebidos em audiência na manhã de sexta-feira 12 de Setembro, na Sala Clementina, no final do 58ª semana bíblica nacional. Depois da saudação que lhe foi dirigida pelo presidente pe. Luca Mazzinghi, o qual lhe apresentou o trabalho desempenhado, o Pontífice pronunciou um discurso no qual frisou em particular a necessidade que o exegeta «saiba distinguir nos textos a Palavra divina». E isto só é possível, explicou, «se a sua vida espiritual for fervorosa, rica de diálogo com o Senhor, caso contrário a busca exegética fica incompleta, perde de vista o seu objectivo principal». Portanto, prosseguiu, «além da competência académica, requer-se do exegeta católico também e sobretudo a fé, recebida e compartilhada com todo o povo crente».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

14 de Novembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS