Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Agradeço ao Senhor os anos de vida e de ministério

· No final do concerto oferecido pelo Gewandhaus ·

«Um grande hino de louvor a Deus» e uma ocasião para dar graças «mais uma vez ao Senhor pelos anos de vida e de ministério». Assim Bento XVI viveu a intensa interpretação da Sinfonia N. 2 Lobgesang de Felix Mendelssohn Bartholdy, executada na tarde de sexta-feira 20 de Abril, na sala Paulo VI pela orquestra do Gewandhaus de Lípsia dirigida pelo maestro Riccardo Chailly, com o coro radiofónico mdr e o coro do Gewandhaus. «A arte como louvor a Deus, Beleza suprema — frisou o Papa no discurso que proferiu no final da execução — está na base da maneira de compor música de Mendelssohn, e isto não só no que diz respeito à música litúrgica ou sacra, mas a toda a sua produção.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

23 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS