Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

A universalidade da Igreja

· Na audiência geral o Papa anunciou o Consistório de 20 de Novembro para a nomeação de 24 cardeais ·

Vinte e quatro cardeais serão nomeados pelo Sumo Pontífice durante o Consistório que terá lugar no dia 20 de Novembro, anunciou Bento XVI no final da audiência geral de quarta-feira 20 de Outubro na praça de São Pedro, comunicando os nomes dos futuros purpurados que se acrescentarão aos actuais 179 membros do Colégio cardinalício. Os novos purpurados «provêm das várias regiões do mundo e desempenham tarefas ao serviço da Santa Sé ou em contacto directo com o Povo de Deus»: neles «reflecte-se a universalidade da Igreja».

E agora anuncio com alegria que o no próximo dia 20 de Novembro realizarei um Consistório durante o qual nomearei novos Membros do Colégio Cardinalício. Os Cardeais têm a tarefa de ajudar o Sucessor do Apóstolo Pedro no cumprimento da sua missão de princípio e fundamento perpétuo e visível da unidade da fé e da comunhão na Igreja (cf. Lumen gentium, 18).

Eis os nomes dos novos Purpurados:

1. D. Angelo Amato, s.d.b., Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos;

2. S. B. Antonios Naguib, Patriarca de Alexandria dos Coptas (Egipto);

3. D. Robert Sarah, Presidente do Pontifício Conselho «Cor Unum»;

4. D. Francesco Monterisi, Arcipreste da Basílica Papal de São Paulo fora dos Muros;

5. D. Fortunato Baldelli, Penitenciário-Mor;

6. D. Raymond Leo Burke, Prefeito do Supremo Tribunal da Assinatura Apostólica;

7. D. Kurt Koch, Presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos;

8. D. Paolo Sardi, Vice-Camerlengo da Santa Igreja Romana;

9. D. Mauro Piacenza, Prefeito da Congregação para o Clero;

10. D. Velasio De Paolis, c.s., Presidente da Prefeitura para os Assuntos Económicos da Santa Sé;

11. D. Gianfranco Ravasi, Presidente do Pontifício Conselho para a Cultura;

12. D. Medardo Joseph Mazombwe, Arcebispo Emérito de Lusaka (Zâmbia);

13. D. Raúl Eduardo Vela Chiriboga, Arcebispo Emérito de Quito (Equador);

14. D. Laurent Monsengwo Pasinya, Arcebispo de Kinshasa (República Democrática do Congo);

15. D. Paolo Romeo, Arcebispo de Palermo (Itália);

16. D. Donald William Wuerl, Arcebispo de Washington (Estados Unidos da América);

17. D. Raymundo Damasceno Assis, Arcebispo de Aparecida (Brasil);

18. D. Kazimierz Nycz, Arcebispo de Varsóvia (Polónia);

19. D. Albert Malcolm Ranjith Patabendige Don, Arcebispo de Colombo (Sri Lanka);

20. D. Reinhard Marx, Arcebispo de Munique e Frisinga (Alemanha).

Além disso, decidi elevar à dignidade cardinalícia dois Prelados e dois Eclesiásticos, que se distinguiram pela sua generosidade e dedicação no serviço à Igreja.

Eles são:

1. D. José Manuel Estepa Llaurens, Arcebispo Ordinário Militar Emérito (Espanha);

2. D. Elio Sgreccia, ex-Presidente da Pontifícia Academia para a Vida (Itália);

3. Mons. Walter Brandmüller, ex-Presidente da Pontifícia Comissão de Ciências Históricas (Alemanha);

4. Mons. Domenico Bartolucci, ex-Maestro Director da Pontifícia Capela Musical (Itália).

Na lista dos novos Purpurados reflecte-se a universalidade da Igreja; com efeito, eles provêm das várias regiões do mundo e desempenham tarefas ao serviço da Santa Sé ou em contacto directo com o Povo de Deus como Padres e Pastores de Igrejas particulares.

Convido-vos a rezar pelos novos Cardeais, pedindo a particular intercessão da Santíssima Mãe de Deus, a fim de que desempenhem fecundamente o seu ministério na Igreja.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

16 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS